Musical de Natal

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO CONVIDOU 200 CRIANÇAS DESFAVORECIDAS PARA UMA TARDE ESPECIAL DE NATAL

Luís Figo e a sua Fundação celebraram hoje, a época de Natal proporcionando uma tarde diferente a 200 crianças e jovens de diferentes instituições de solidariedade social e de meios mais desfavorecidos da área da grande Lisboa.

Numa Parceria com o Teatro Politeama, as crianças puderam assistir ao mais recente espetáculo de Filipe La Féria, o musical “Rapunzel”, um verdadeiro conto de fadas, com uma produção espetacular, de grandes atores, cantores, bailarinos e músicas, que proporcionaram a todos uma tarde “encantada”, cheia de alegria, animação e muita emoção.

Estiveram presentes a Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, a Santa Casa da Misericórdia de Almada, o Agrupamento de Escolas Professor Ruy Luís Gomes, o Centro Comunitário do Laranjeiro e Feijó, a Unidade de Multideficiência da Escola Daniel Sampaio, a Escola do Bairro do Torrão na Trafaria e a Associação Remar Portuguesa.

Para além do espetáculo, foram oferecidos pela Fundação Luís Figo e entregues pelos seus voluntários, a todas as crianças, os já habituais gorros de natal, e, mochilas com lanches oferecidos pelas marcas que não quiseram deixar de se associar a esta iniciativa, a Capri-Sun, a Bahlsen, o Diagroup, e ainda o Mini Preço, Clarel e a Barral que ofereceram pequenas lembranças.

Para Luís Figo, “A celebração do Natal deverá ser sempre especial e, todos os anos, a minha Fundação assinala esta data com iniciativas que proporcionam às crianças que as vivem, momentos inesquecíveis de felicidade. Faço questão de estar presente e poder ver todos estes sorrisos”.

Campo de Férias

VALE BENJAMIM, MAIS UM CAMPO DE FÉRIAS DE VERÃO QUE TEVE O APOIO DA FUNDAÇÃO LUÍS FIGO

Dando especial enfoque ao apoio a Campos de Férias organizados a pensar nas crianças mais desfavorecidas, a Fundação Luís Figo encerrou este verão com a sua participação no Campo de Férias Vale Benjamim, organizado pela Associação Vale de Acór.

Foram cerca de 130 crianças, dos 3 aos 15 anos, incluindo deficientes profundos, provenientes de diversas entidades, tais como, a Obra da Madre Teresa de Calcutá de Setúbal, de Chelas, de Faro, de Estremoz, filhos de reclusos do Estabelecimento Prisional de Setúbal e de utentes da Comunidade Terapêutica da Associação do Vale de Acór e ainda crianças sinalizadas pela Segurança Social de Almada, que frequentaram o Campo de Férias Vale Benjamim.

Este Campo realizou-se em regime de acantonamento, na Escola EB 2/3 da Trafaria e o acompanhamento permanente a essas crianças e jovens foi feito por técnicos, monitores (muitos deles utentes da comunidade terapêutica de Vale de Acór) e ainda por uma equipa de voluntários, composta por dezenas de jovens universitários.

As manhãs foram vividas com muita animação, entre banhos e muita brincadeira, nas praias de S. João da Caparica e, durante as tardes, realizaram diversas atividades e jogos, visualização de filmes, passeios culturais, que incluíram uma visita ao pavilhão do Conhecimento em Lisboa, sempre com uma vertente educativa/formativa, acabando o dia com um momento mais espiritual – catequese.

Todas as atividades foram pensadas no sentido de proporcionar uma semana especial, alegre e inclusiva, muito diferente das vivências de todas estas crianças e jovens, marcadas por violência e extrema pobreza.

O que a Associação Vale de Acór pretende com a realização destes Campos é que, para todas as crianças e jovens que os frequentam, seja uma experiência muito positiva e marcante nos seus comportamentos, e, para os que nele colaboram, seja uma vivência de serviço e entrega ao próximo igualmente gratificante.

Juntos fizemos Acontecer um verão Melhor!

Campo de Férias

FUNDAÇÃO LUIS FIGO APOIA PELO 8º ANO CONSECUTIVO, CAMPO DE FÉRIAS INCLUSIVO DO BIPP

A Fundação Luis Figo ofereceu 50 inscrições a crianças e jovens com necessidades especiais e / ou em situação de vulnerabilidade social residentes em casas de acolhimento, com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos, para participarem durante uma semana nos campos de férias inclusivos organizados pelo BIPP – Inclusão para a Deficiência Associação.

Para os mais pequenos, o período de férias é sinónimo de muita brincadeira, mas, nem sempre é fácil para os pais, incluindo os que têm filhos com necessidades especiais, encontrar, nos períodos de pausas letivas, um local seguro onde as crianças possam dar largas à imaginação, brincar e sobretudo divertir-se.

É por esta razão que o BIPP organiza e implementa, com o apoio de várias entidades, um campo de férias de verão, durante os meses de julho e agosto, com um plano de atividades cheio de novas experiências, lúdicas, culturais e desportivas.

Uma equipa multidisciplinar de técnicos e monitores, garantem a qualidade a segurança e a participação de todos, procurando dar respostas adequadas e qualificadas a cada uma das crianças e jovens que nele participaram.

Sob o tema desporto e cultura, o programa deste ano, incluiu vários passeios turísticos e culturais. Visitas a museus, parques temáticos, centros de experiências científicas e muitas atividades desportivas, como a canoagem, a natação, o futebol, muitos jogos e gincanas.

Festas temáticas também não faltaram, e é claro, as idas à praia fizeram parte do programa diário.

A brincar e a aprender sem diferenças, Acreditamos que Juntos fazemos Acontecer um verão Melhor!

Campo de Férias

CAMPO DE FÉRIAS DE VERÃO “SCALABRINIANOS” COM O APOIO DA FUNDAÇÃO LUÍS FIGO

Chegou ao fim mais uma Colónia de Férias que contou com o apoio da Fundação Luís Figo.
Organizada pelos Scalabrinianos da Paróquia da Amora, esta colónia foi dirigida a 80 crianças de famílias carenciadas, com idades entre os 5 e os 14 anos, provenientes das freguesias da Amora e do Seixal, também da Casa das Irmãs Missionárias da Caridade e da Casa das Irmãs de Santa Ana, ambas de Setúbal.

Os Scalabrinianos entendem a colónia como um serviço de entrega e dedicação.
Durante uma semana o Centro Paroquial da Amora foi a Casa destas crianças que tiveram assim as férias que de outra forma não poderiam ter.

Foi-lhes proporcionada uma semana muito especial e animada, cheia de atividades e alegria, entre idas à praia, piscina, noites de dança e de cinema, houve sempre muita diversão, que terminou com um dia fantástico no Badoka Park.
Ter contribuído para que esta colónia fosse um sucesso e,
o melhor de tudo, saber da cara de felicidade de cada uma dessas crianças que com os olhos a brilhar perguntaram quando é a colónia para o ano? faz nos Acreditar que
juntos fazemos Acontecer um verão melhor!

Campo de Férias

CAMPO DE FÉRIAS DE VERÃO “SABURA NA PRAIA”, COM O APOIO DA FUNDAÇÃO LUÍS FIGO.

Terminou a semana passada, o primeiro de vários Campos de Férias que têm o apoio da Fundação Luís Figo.

De acordo com a missão de Centro Social 6 de maio, que é uma Instituição que visa promover uma melhor inserção social educativa e familiar a todos o que se encontram em situação de exclusão, todos os anos são realizados os Campos de Férias “Sabura na Praia”.

Este ano e com o apoio da Fundação Luís Figo, cerca de 130 crianças e adolescentes tiveram a oportunidade de viver uma semana cheia de novas experiências.

Foram dias de praia repletos de muita brincadeira e banhos, que finalizou com uma tarde bem diferente e muito divertida, no Parque do Alvito, para a alegria de todos, em geral.

Com este projeto e com todas as atividades realizadas, pretende-se desenvolver e aliar as componentes lúdica, educativa e cívica.

Juntos fazemos Acontecer um Verão Melhor!

Dia da Criança – Oferta Pres.

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO DISTRIBUI 1000 BRINQUEDOS NOS SERVIÇOS DE PEDIATRIA DOS HOSPITAIS PORTUGUESES

Em antecipação à Comemoração do Dia Mundial da Criança, a Fundação Luís Figo fez chegar aos serviços de pediatria dos hospitais de norte a sul do país, cerca de 1000 brinquedos para que sejam oferecidos às crianças, naquele que é mundialmente assinalado como o “Seu” Dia.

Durante a manhã de hoje a Fundação associou-se a outros parceiros do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, para juntos darem início à semana da Criança.

Foi com uma exposição dos trabalhos elaborados pelas próprias, pelas Educadoras de infância e pelos familiares, que este Hospital assinalou o momento, contando a presença da sua administração e do corpo clínico dos serviços de pediatria.

“As crianças são o nosso futuro, são uma parte de nós e com estes pequenos gestos conseguimos minorar o sofrimento daquelas que pelos mais diferentes motivos estão neste momento internadas em hospitais. Devia ser obrigatório possibilitar que todas as crianças passassem o dia 1 de Junho de uma forma especial”, referiu Sara Souto, diretora da Fundação Luís Figo.

Pinhal de Leiria

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO CONTRIBUIU PARA A REFLORESTAÇÃO DO PINHAL DE LEIRIA

O mau tempo que se fez sentir ontem na zona do pinhal de Leiria adiou uma ação de reflorestação, patrocinada pela Fundação Luís Figo, com a participação de crianças de uma escola local.

A ação, prevista para o talhão 57 do pinhal de Leiria foi, num primeiro momento, substituída por um encontro entre Luís Figo e cerca de 60 crianças do Agrupamento de Escolas da Marinha Grande Nascente, no pavilhão dos Bombeiros de Vieira de Leiria.

Dirigindo-se aos alunos, Luís Figo assinalou o “prazer e honra” da Fundação com o seu nome poder contribuir para replantar o pinhal de Leiria, que definiu como “uma zona emblemática” do país e agradeceu aos bombeiros, locais e a nível nacional, pelos quais disse sentir “admiração e orgulho”, afirmando que todos os anos lutam “em diferentes frentes” para conter os incêndios que “acontecem sempre” em Portugal.

Na improvisada sessão, o técnico do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), Octávio Ferreira, fez uma breve explanação sobre a história do pinhal de Leiria, o destino da madeira ali produzida e como se faz a reflorestação, lembrando às crianças que os pinheiros “vão demorar muito tempo a crescer”.

Já uma dirigente da associação ambientalista Quercus, entidade parceira da Fundação Luís Figo nesta ação de reflorestação do pinhal de Leiria, explicou como plantar os pinheirinhos “de dois em dois metros”, enterrando “toda a parte da raiz” e colocando terra à volta, num terreno previamente preparado para o efeito.

Após a sessão, Luís Figo, dirigentes da Fundação com o seu nome, elementos do ICNF, Quercus e dois autocarros onde se faziam transportar as 60 crianças e professores, deslocaram-se ao pinhal de Leiria, mas a ação de reflorestação não aconteceu nessa manhã, devido ao vento forte e muita chuva que se fazia sentir.

Face a estas condições climatéricas adversas, e, apesar da grande vontade e entusiasmo, quer de Luís Figo, quer das crianças que a ele se juntaram, a plantação acabou por ser feita da parte da tarde por cerca de 100 jovens do Agrupamento de Escolas Dr Manuel Gomes de Almeida, de Espinho, que acompanharam a Quercus, plantando os 1.000 pinheiros bravos oferecidos pela Fundação Luis Figo.

Com esta iniciativa, a Fundação Luís Figo pretendeu ajudar na recuperação do Pinhal de Leiria, uma das zonas mais afetadas pelos incêndios, e mostrar às crianças a importância que os espaços verdes e o ordenamento da floresta têm na sociedade.

Oferta de Presentes

A FUNDAÇÃO LUÍS FIGO VISITOU OLIVEIRA DO HOSPITAL PARA DISTRIBUIR PRESENTES DE NATAL ÀS CRIANÇAS AFETADAS PELOS INCÊNDIOS

A Fundação Luís Figo decidiu concentrar a campanha de Natal que tem vindo a realizar todos os anos, com uma ação de distribuição de presentes de natal a todas as crianças em idade de pré escolar, do Concelho de Oliveira do Hospital, um dos concelhos mais afetados pelos incêndios de outubro passado.

A ação teve lugar esta quinta-feira, no Largo da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, e contou com a presença da Senhora Vereadora Dra. Graça Silva e a Direção da Fundação Luís Figo, que fez questão em entregar em mãos estes presentes a cerca de duas centenas de crianças de famílias fragilizadas por esta calamidade. Esta iniciativa contou também com a presença do Pai Natal e dos seus duendes, num espaço onde não faltou, música, insufláveis, pinturas faciais e muita animação.

A Fundação agradece todo o apoio e colaboração prestada pela Câmara deste Município, na realização desta ação.

Teatro de Natal

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO CONVIDOU CENTENAS DE CRIANÇAS PARA UMA MANHÃ ESPECIAL COM SABOR A NATAL

Luís Figo e a sua Fundação celebraram o Natal proporcionando uma manhã diferente a centenas de crianças de diferentes instituições de solidariedade social da área da grande Lisboa, como a Cruz Vermelha Portuguesa, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, a Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa e o Agrupamento de Escolas Professor Ruy Luís Gomes.

Numa parceria com a Yellow Star Company e os cinemas UCI do El Corte Inglés, a manhã começou com uma sessão especial do musical “Pocahontas”. As crianças vibraram com este espetáculo musical que concilia duas artes num mesmo espaço: teatro no cinema. Este ambiente inovador transportou pequenos e graúdos, bem como o Luís Figo e a sua Fundação, para uma atmosfera mágica de fantasia.

As mais de 300 crianças foram recebidas com pinturas faciais e muitas animações, para além de brindes, máscaras e balões, oferecidos pelas marcas que não quiseram deixar de se associar a esta iniciativa, como a Barral, a TriNa, a MCVities, a Bahlsen e o próprio El Corte Inglés.

Para Luís Figo, “É de facto gratificante chegar a esta época e podermos dar algo especial a estas crianças, poder acompanhá-las nestas iniciativas, e, perceber que ficam felizes. Ano após ano, a minha Fundação tem conseguido reunir instituições e escolas com crianças desfavorecidas para oferecer-lhes estes momentos que esperamos que sejam inesquecíveis.

Após o espetáculo, continuou a animação infantil tendo a manhã terminado com a oferta de gorros de Natal e um pequeno lanche a todas as crianças, entregues por voluntários da Fundação Luís Figo.

Natal da Fundação Luís Figo é uma tradição que se repete há vários anos e que tem proporcionado a milhares de crianças institucionalizadas a oportunidade de viverem a magia do Natal de uma forma especial. 

Dia da Criança – Fun Parque

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO COMEMORA O DIA MUNDIAL DA CRIANÇA NO FUN PARQUE EM S. JOÃO DA CAPARICA

A Fundação Luís Figo convidou cerca de 200 crianças dos 6 aos 12 anos, de instituições de solidariedade social e escolas inseridas em zonas mais carenciadas da margem sul, para festejar o Dia Mundial da Criança no Fun Parque.

Na companhia de Luís Figo, as crianças puderam usufruir de diversas atividades, como o arborismo a escalada, desfrutar da animação dos insufláveis e também do playground, num Parque Aventura do concelho de Almada, com um enorme espaço ao ar livre, que promove o contacto com a Natureza.

A meio da tarde foi ainda oferecido um lanche pela Fundação Luís Figo, para que as crianças restabelecessem a energia gasta com tanta atividade e diversão. 

Luís Figo afirmou que “é a pensar nas crianças, que todos os anos realizamos Iniciativas diferentes e lhes dedicamos este dia de forma Especial. Poder proporcionar-lhes esta vivência de novas experiências, neste parque fantástico com um enorme espaço ao ar livre, em contacto com a natureza e testemunhar a alegria que isso lhes dá, deixa me bastante satisfeito!

Para celebrar esta data todos os anos, fazemos também chegar um presente às crianças internadas nos serviços de pediatria dos hospitais de norte a sul do país. Esta Campanha Nacional de Oferta de Presentes destina-se a crianças e jovens que infelizmente, pelo seu estado de saúde, se encontram hospitalizados, e, hoje, por todo o país, mais de mil crianças, vão receber um presente da Fundação, um pequeno gesto que desejamos lhes dê um pouco mais de alegria e bem-estar.

A distribuição dos presentes no âmbito da Campanha de Oferta Nacional, está a cargo da GO>Express, transportadora parceira da Fundação.