Escola da Bela Vista, Setúbal

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO OFERECE CAMPO DE FÉRIAS A ALUNOS DA ESCOLA DA BELA VISTA

A Fundação Luís Figo (FLF) regressou ontem à Escola da Bela Vista, em Setúbal, para uma manhã com muito movimento,  alegria e uma surpresa especial para os alunos.

Luís Figo anunciou um prémio muito especial para os alunos do 5º ano desta escola. A sua Fundação irá oferecer aos 24 alunos que no decorrer do ano lectivo demonstrarem o melhor aproveitamento, comportamento, assiduidade e evolução escolar, uma semana no Campo de Férias – “Campo Jovem”.

Com a participação do Luís Figo e de alguns alunos, em dinâmica de grupo, foi realizada uma demonstração de algumas das actividades a realizar neste Campo de Férias, que terá lugar nas férias escolares de Verão.

«Esta é mais uma das iniciativas que temos vindo a realizar com o objectivo de combater o abandono e insucesso escolar junto dos mais jovens» afirma Luís Figo. «Queremos igualmente ajudar a promover momentos de alegria e convívio a jovens que vivem num ambiente socioeconómico mais desfavorável».

Esta acção insere-se no âmbito do apoio da Fundação Luís Figo às escolas incluídas no programa TEIP – Territórios Educativos de Intervenção Prioritária, do Ministério da Educação. Em Setembro de 2010, nesta mesma escola, a FLF distribuiu equipamento desportivo para a prática de educação física aos 330 novos alunos, das 12 turmas do 5ºano.

“Pretendemos incentivar à prática da actividade desportiva, como contributo para a melhoria da qualidade de vida” explica Sara Souto, Directora-Geral da Fundação. «Esperamos com este projecto motivar os jovens a prosseguirem os seus estudos, pois, na conjuntura actual, é fundamental para um melhor futuro desta geração» acrescenta.

FLF – Um Pequeno Gesto

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO OFERECE HABITAÇÃO AOS SEUS “AFILHADOS” EM MOÇAMBIQUE.

No seguimento da parceria estabelecida com a Associação Um Pequeno Gesto e do apadrinhamento iniciado pela Fundação em 2010 a três crianças órfãs, o Gércio e o Anselmo, de 9 anos (gémeos) e a Helena Cossa, de 16 anos, do Programa de Nhancutse, na Aldeia de Bungane, em Moçambique, e que consiste em apoiar financeiramente esta “família”, dando-lhes acesso à educação básica e material escolar, alimentação e vestuário, a Fundação Luís Figo ofereceu um novo “tecto” a estas crianças.

 Já este ano, a FLF financiou a construção de uma habitação própria para estas três crianças, tendo esta ficado concluída no passado mês de Abril.  Esta habitação, com as condições e equipamentos necessários para uma vida melhor, significa mais do que um “tecto”, e proporcionará a estas crianças protecção, segurança, higiene e conforto.