FLF – Universidade de Verão

FUNDAÇÃO LUÍS FIGO PREMEIA ALUNOS COM UNIVERSIDADE DE VERÃO, EM COIMBRA.
PROJETO “PARA UM MELHOR 2014” DÁ OS SEUS PRIMEIROS PASSOS.

A 23 de Julho de 2012, 30 dos cerca de 150 alunos de 7 agrupamentos do Programa TEIP – Territórios Educativos de Intervenção Prioritária, que frequentam o Curso Profissional de Apoio à Gestão Desportiva, começaram a viver a experiência de uma semana passada numa Universidade de Verão, na Universidade de Coimbra, onde fizeram parte do ambiente e espírito universitários. Esta iniciativa, financiada pela Fundação Luis Figo, integrou-se no projeto “Para um Melhor 2014”, que pretende aumentar o grau de motivação dos alunos para os estudos, prevenindo o abandono e insucesso escolar

Estes alunos ficaram alojados numa residência universitária, tendo sido recebidos com um jantar que contou com a presença do próprio reitor da Universidade de Coimbra. O programa incluiu também um concerto ao ar livre, um peddy paper, atuação de tunas e a tradicional serenata. Paralelamente a estas ações, os alunos tiveram também um programa de atividades ligadas ao desporto com workshops de escalada e patinagem; hidroginástica e várias conferências sobre o tema.

Esta foi a primeira etapa deste projeto da Fundação Luis Figo, de forma a criar condições para promover a frequência escolar até ao ensino universitário, acompanhando os estudantes que finalizaram agora o 10º ano, inseridos neste programa, até 2014, atribuindo bolsas aos melhores alunos, para que possam frequentar o ensino superior, financiando as suas propinas.

Os alunos premiados pela Fundação Luis Figo, foram aqueles que se distinguiram pelo seu nível de excelência ao longo do ano letivo, bem como, pelo seu esforço e progressão.

Sara Souto, Diretora-Geral da Fundação, em visita à Universidade de Verão, afirmou: “Queremos com este projeto motivar estes alunos e lançar as bases para os tornar adultos mais completos, quer no aspeto humano quer no profissional, mostrando-lhes que, com dedicação e empenho, a universidade pode ser possível para todos”.

O Projeto “Para um Melhor 2014” insere-se no âmbito do protocolo assinado, em 2007, entre a Fundação Luis Figo e o Ministério da Educação para apoiar os Territórios Educativos de Intervenção Prioritária – TEIP.

Testemunho
Testemunho dos professores que acompanharam os alunos, premiados pela FLF no Projeto “Para Um Melhor 2014”, na Universidade de Verão em Coimbra

Os Professores do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva, pertencentes às escolas TEIP, acompanharam a atividade dos seus alunos na Universidade de Verão, em Coimbra, prémio atribuído pela Fundação Luís Figo, e foram unânimes em considerar que a iniciativa desta fundação não podia ser mais oportuna e muito bem vinda para a melhoria do sucesso educativo do curso que os seus alunos frequentam.
No entendimento dos professores, “a maioria dos alunos inscritos neste curso não têm verdadeira noção da abrangência do Desporto enquanto área de formação e o seu meio socioeconómico desfavorecido releva-se como um desvantagem quanto à perceção dessa realidade, quanto à necessidade de aplicação no estudo e, sobretudo, quanto à possibilidade de prosseguimento de estudos.“
A experiência dos seus alunos na universidade de verão foi tida como “uma oportunidade única dos alunos saírem da sua zona habitacional, experimentarem várias atividades desportivas em contextos diferenciados, atividades de grupo lúdicas e culturais, onde o vislumbre da vida académica lhes aguçou o apetite por tentar chegar mais longe nos estudos. O espírito de grupo foi incrível e a saudade antecipada, no final da semana, estava estampada no rosto de cada um.“
Os docentes afirmaram que “os alunos premiados pela Fundação Luís Figo ficaram visivelmente motivados para a aplicação no estudo e, se na altura em que foram nomeados para receber o prémio já foram um exemplo para os seus colegas, serão agora, com certeza, o testemunho de que vale a pena estudar. E… quem sabe, até prosseguir estudos, para tentar obter uma vida melhor!”

Os Professores Inês Faria, Sandra Santos, Cirilo Marinho, Jorge Dias e Sofia Canossa

Um Gesto Contra a Fome

JOGO DE SOLIDARIEDADE “JOGO DE SOLIDARIEDADE “UM GESTO CONTRA A FOME””. O GESTO QUE JUNTOU AS ESTRELAS DO FUTEBOL MUNDIAL E QUE LEVOU AO ESTÁDIO DA LUZ MAIS DE 33 000 ESPETADORES NO APOIO À CAUSA.

O jogo de solidariedade “Jogo de solidariedade “Um Gesto Contra a Fome”” levou ao Estádio da Luz, mais de 33 000 espetadores que quiseram contribuir para esta causa e vibrar com as estrelas da Seleção “Luís Figo & Resto do Mundo” e da equipa do Sport Lisboa e Benfica.
No final do jogo, Luís Figo, Presidente da Fundação e um dos grandes mentores desta iniciativa, disse em conferência de imprensa que “esta iniciativa é para os mais desfavorecidos e agradeceu a todos quantos tornaram este evento possível”.
“Este evento também serve para contribuirmos para menorizar essas dificuldades de muita gente e por isso estou extremamente feliz e gostava de agradecer, em nome da Fundação Luís Figo, a parceria que foi feita com o Benfica, com a ACNUR e também agradecer a todos os convidados da minha Fundação que se disponibilizaram para estar hoje aqui e marcar presença neste evento”.

Os adeptos que marcaram presença no jogo de solidariedade também mereceram uma palavra de apreço: Quero agradecer, do fundo do coração, às pessoas que estiveram aqui presentes, independentemente de serem benfiquistas, sportinguistas, portistas, o mais importante é a causa. Agradecer também aos patrocinadores porque, sem eles, seria mais complicado realizar este evento e também à comunicação social que nos ajudou a que estivessem aqui hoje cerca de 33 mil pessoas.”
O Benfica venceu, por 5 – 1, este jogo de solidariedade, que ficou também marcado pela despedida dos relvados do internacional jogador angolano Pedro Mantorras.

Um Gesto Contra a Fome

“UM GESTO CONTRA A FOME” O JOGO QUE VAI JUNTAR AS ESTRELAS DO FUTEBOL MUNDIAL.

Estádio da Luz recebe Jogo de solidariedade, dia 18 de Julho, às 20h45.
Seleção “Luís Figo & Resto do Mundo” defronta equipa do Sport Lisboa e Benfica.
Transmissão em direto na RTP1.

A Fundação Luís Figo, a Fundação Benfica e a Agência da Onu para os Refugiados (ACNUR), com a colaboração do Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, Engº António Guterres, vão juntar-se no dia 18 de Julho, num jogo de solidariedade “Um gesto contra a fome”, com o objetivo de angariar fundos para minorar este flagelo.

O jogo, que será arbitrado por Massimo Bussaca, coloca frente a frente a equipa principal do Sport Lisboa e Benfica e a selecção “Luís Figo & Resto do Mundo”. Esta selecção vai contar com os antigos internacionais portugueses capitaneados por Luis Figo, como Fernando Couto, Rui Costa, Paulo Futre, Pauleta, para além das estrelas mundiais Ronaldo, Roberto Carlos, Fábio Cannavaro, Francesco Toldo, Edgar Davis e Michel Salgado, entre muitos outros.

Segundo Luís Filipe Vieira, presidente da Fundação Benfica, “este Benfica é um Clube de valores, universal e humanista, um Clube que assume a sua responsabilidade social. A Fundação Benfica, apesar da sua juventude, já mostrou aquilo que pode fazer e a dinâmica das pessoas que nela trabalham. Depois da ajuda ao Haiti e a Madeira e do trabalho que anualmente realizamos com mais de 600 crianças em todo o país, vamos continuar a desenvolver ações que nos permitam ajudar quem mais precisa. Juntem-se a nós”.

O presidente da Fundação Luís Figo, Luís Figo, refere que “O futebol é um fenómeno que tem um potencial enorme para unir pessoas em torno de um ideal comum. Aquilo que tentamos fazer com estas iniciativas é aproveitar este potencial para apoiar grandes causas como é o caso desta da ACNUR, na luta contra a fome.”

O preço dos bilhetes será de 10 euros. Valor que permitirá assistir às 20h45 ao jogo de solidariedade e pelas 18h00, ao jogo entre o SL Benfica B e o Beira-Mar.

Jogadores confirmados da Selecção Luís Figo & Resto do Mundo:

Roger Flores, Helder Cristovão, Ricardo Pereira, Dwight Yorke, Roberto Carlos, Ronaldo Nazário, Serginho, Manuel Dimas, Fabio Cannavaro, Luis Boa Morte, Paulo Futre, Pedro Pauleta, Giovane Elber, Ronald De Boer, Jay-Jay Okocha, Sonny Anderson, Gaizka Mendieta, Teddy Sheringham, Francesco Toldo, Fernando Meira, Edgar Davids, Mateja Kezman, Fernando Couto, Rui Costa, Armando Petit, Pedro Mantorras, Michel Salgado, Juliano Belletti e Luis Figo.

Este jogo de solidariedade irá contar com o apoio de:

Repsol, Vodafone, Adidas, Prosegur, Banco Popular, Delta, Continente, jornal A Bola, R Power, Sagres, Mercedes, Spevtra, Praia Café, Digital Decor, Tiara, Hugo Boss, e Tempus.

Espaço In Férias

CAMPO DE FÉRIAS INCLUSIVO COM O APOIO DA FUNDAÇÃO LUÍS FIGO. 100 CRIANÇAS DESFAVORECIDAS FREQUENTAM O ESPAÇO IN FÉRIAS DE VERÃO 2012.

Os campos de férias inclusivos do BIPP – Banco de Informação de Pais para Pais – para crianças e jovens com e sem necessidades especiais estão de regresso. Mais uma vez, a Fundação Luís Figo renova o apoio, tornando assim possível a 100 crianças desfavorecidas o acesso a este Espaço IN Férias – Verão 2012.
O campo teve início no passado dia 09 de julho e terminará a 24 de agosto, num novo espaço e com atividades recreativas e desportivas e programas de desenvolvimento de competências cognitivas, onde não falta, muita animação!

Este campo de férias é destinado a crianças e jovens com idade entre os 6 e os 18 anos. O Espaço IN Férias – Verão 2012 realizar-se na Escola EB1 da Galiza, no Estoril, e tem um calendário de atividades diversificado, com idas à praia, aulas de surf, passeios no âmbito do Cascais Natura, entre outras.

O apoio da Fundação Luís Figo permite a participação, sem qualquer custo para as famílias, de 100 crianças desfavorecidas, com e sem deficiência, assegurando assim, conforme refere Sara Souto, Diretora-Geral da Fundação Luís Figo “a oportunidade para estas crianças usufruírem de um espaço seguro e de bem-estar, promovendo o seu desenvolvimento e estímulo, com atividades adaptadas a cada uma, num ambiente de lazer e alegria para que possam conviver e viver melhor as suas férias escolares de verão”.
“O acompanhamento qualificado para crianças e jovens com e sem necessidades especiais que os campos de férias do BIPP asseguram é fundamental para desenvolvermos um trabalho lúdico e pedagógico que nos permite atingir o nosso objetivo final: incentivar a plena inclusão desses cidadãos na sociedade e incentivá-los a conviver com a diferença”, afirma Joana Santiago, Presidente do BIPP, acrescentando que “as famílias de crianças ou jovens portadores de deficiência continuam a sentir uma grande lacuna durante as férias escolares por não existirem atividades que se adaptem às suas necessidades.”
A seleção das crianças e jovens que participam neste campo de férias através do apoio da Fundação Luís Figo (FLF) é feita mediante a apresentação de provas de carência, como o escalão da segurança social.
O projeto tem como entidades parceiras o Centro de Serviços para o Desenvolvimento Psicomotor e a Talentos Especiais, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e da By.